Eu fico esperando aquele ano que eu sei que eu vou bombar, Que eu vou ganhar muito dinheiro. Enquanto isso eu fico em stand-by Com aquele pé atrás. Cai do berço, cai no mundo sem nenhum tutorial De como eu chego no sucesso E tudo vira as costas. Eu não me abandonei, nem vou abandonar meus sonhos. Pois eu sou jovem, com um corpinho de ancião. Eu sou jovem, mentalidade de vovô. Eu sou jovem, e nunca sei aproveitar O que eu tenho em mãos. Tá todo mundo esperando o milênio Que eu sei que eu vou Bombar, que eu vou ganhar muito dinheiro, Com o mundo abrindo as costas. Eu não me abandonei. Eu nunca, eu nunca vou abandonar meus sonhos. Pois eu sou jovem, com um corpinho de ancião. Eu sou jovem, mentalidade de vovô. Eu sou jovem, e nunca sei aproveitar O que já está na minha mão. Eu não me abandonei. Eu nunca vou deixar Rogério perto Dos meus sonhos. Pois eu sou jovem, com um corpinho de ancião. Eu sou jovem, mentalidade de vovô. Eu sou jovem, e não importa o que disser Eu sempre vou ser. Jovem, com um corpinho de ancião. Eu sou jovem, mentalidade de vovô. Eu sou jovem, e não consigo aproveitar O que eu tenho em mãos. O que eu tenho. O que eu tenho em mãos. . . . . . 👂 @supercombooficial . 📷 @victor.s.pereira - @v.s.pereira.photography
16 Comments Download

Users who like this media